Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Diario de Bordo

Pequenos grandes nadas que me vao acontecendo...

Diario de Bordo

Pequenos grandes nadas que me vao acontecendo...

(escrito por um homem)

Sabes mulher linda, Só as rosas de plástico não têm espinhos. É isso que queres? Viver no sofrimento de não ter para evitar o sofrimento de ter? Solta-te! Que diferença há entre cair e viver rastejando? Diz-me!!! Só cai quem voou e ficará para sempre o horizonte que se abriu. De que te serve a sombra onde te escondes se anseias ver a luz? Eu sei que tu sabes que o cinzento não é cor e que o plástico não tem vida. Sei que anseias por luz e cor. Com todo o direito. Mas só tu podes dar esse passo! (E, sabes, o outro é tão frágil como tu, por mais que se mascare...) Viveres nesse istmo de não ser só te trás mais trevas e falsidade. Mesmo que te sintas viva na vida de outras vidas que também são tu. Sabes que tens tanto para dar... Sabes. Ao diabo as inseguranças e os medos. Quando mais deres mais tens para dar! Não o guardes em ti.... Acredita (eu sei, já estive aí), a dor de não tentar é muito maior que a dor de falhar. E, tu sabes, eu sei que sabes, não digas que não, só os momentos em que somos nós são eternos. Tudo o mais passa. Sabes que sim. Não fujas de ti. Sei que sofres porque não és. Sei que sofres porque tens medo de ser. Sofres com medo de sofrer. Bolas, sofrimento é sofrimento. Por mais que te escondas. O sofrimento faz parte da vida. Mas que possas dizer que viveste!! Que deste e recebeste. A vida tem as Primaveras que quisermos, por mais que o Outono tenha chegado. Há sonhos por sonhar, sonhos por viver. Acredita!´ Há dor, haverá sempre. Mas a maior dor é, não duvides, a dor de poder ter sido. Porque são os momentos em que somos que dão sentido ao Ser. Tudo o mais será sempre igual. Com ou sem nós. Sê. Dá. Solta. Vai. Voa! Sê! Não há maior dor que a dor de poder ter sido. Daniel Vicente

.jpg

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.