Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Diario de Bordo

Pequenos grandes nadas que me vao acontecendo...

Diario de Bordo

Pequenos grandes nadas que me vao acontecendo...

Seg | 30.08.21

Eu..!

Calimero

Sou feita de um pouco de tudo...✨💖 De pessoas. De lugares. De memórias. Sou feita do que deixei para trás e sou feita do que vivo no agora. Sou feita de gente que chegou sem avisar e me encantou! Sou feita de gente que escolheu ir embora, quando eu precisei que ficasse! Sou feita de atitudes, porque as palavras já não me convencem. Sou feita de dores, que transformei em risos e, sou feita de gargalhadas que escondem as cicatrizes... Não esqueço por onde passei, com quem cruzei. Não esqueço de quem era e de quem sou Não esqueço de quem me deu a mão. E também não esqueço de quem a largou. Não tenho a pretensão nem a presunção de que todos gostem de mim. Só quero os meus... As minhas pessoas! As que me fazem sorrir. As que me aquecem a alma e amaciam o meu coração. O que deixas no passado, é sempre o que te transforma. É sempre o que te molda. Não esqueço, mas já não vivo lá! Passou. Mudou-me. Transformou-me. Deixou-me mais alerta. Mais esperta. Quando olho para trás... Agradeço. Pelo bom. Pelo mau. Pelos risos. Pelos lágrimas. Pelas lutas e pelas conquistas. Por quem gosto. E, principalmente... Por mim! Joice Patelli✍

Qua | 25.08.21

Maturidade!

Calimero

Crescemos e atingimos a maturidade da alma quando nos propomos a aprender com as adversidades e desafios, porque é no desconforto que descobrimos as lições mais poderosas sobre nós e sobre a vida. Se não há contraste não há consciência. E se passamos pela vida, inconscientes, alheios a tudo que ela deseja nos ensinar, existimos apenas, ao invés de viver...(Alma Intensa) Wandy Luz

.jpg

Seg | 23.08.21

Para todas as mulheres lindas..

(escrito por um homem)

Calimero

Sabes mulher linda, Só as rosas de plástico não têm espinhos. É isso que queres? Viver no sofrimento de não ter para evitar o sofrimento de ter? Solta-te! Que diferença há entre cair e viver rastejando? Diz-me!!! Só cai quem voou e ficará para sempre o horizonte que se abriu. De que te serve a sombra onde te escondes se anseias ver a luz? Eu sei que tu sabes que o cinzento não é cor e que o plástico não tem vida. Sei que anseias por luz e cor. Com todo o direito. Mas só tu podes dar esse passo! (E, sabes, o outro é tão frágil como tu, por mais que se mascare...) Viveres nesse istmo de não ser só te trás mais trevas e falsidade. Mesmo que te sintas viva na vida de outras vidas que também são tu. Sabes que tens tanto para dar... Sabes. Ao diabo as inseguranças e os medos. Quando mais deres mais tens para dar! Não o guardes em ti.... Acredita (eu sei, já estive aí), a dor de não tentar é muito maior que a dor de falhar. E, tu sabes, eu sei que sabes, não digas que não, só os momentos em que somos nós são eternos. Tudo o mais passa. Sabes que sim. Não fujas de ti. Sei que sofres porque não és. Sei que sofres porque tens medo de ser. Sofres com medo de sofrer. Bolas, sofrimento é sofrimento. Por mais que te escondas. O sofrimento faz parte da vida. Mas que possas dizer que viveste!! Que deste e recebeste. A vida tem as Primaveras que quisermos, por mais que o Outono tenha chegado. Há sonhos por sonhar, sonhos por viver. Acredita!´ Há dor, haverá sempre. Mas a maior dor é, não duvides, a dor de poder ter sido. Porque são os momentos em que somos que dão sentido ao Ser. Tudo o mais será sempre igual. Com ou sem nós. Sê. Dá. Solta. Vai. Voa! Sê! Não há maior dor que a dor de poder ter sido. Daniel Vicente

.jpg

Sex | 20.08.21

Tão simpes assim...

Calimero

Estar bem e feliz é uma questão de escolha e não de sorte ou mero acaso. É estar perto das pessoas que amamos, que nos fazem bem e que nos querem bem. É saber evitar tudo aquilo que nos incomoda ou faz mal, não hesitando em usar o bom senso, a maturidade obtida com experiências passadas ou mesmo nossa sensibilidade para isso. É distanciar-se de falsidade, inveja e mentiras. Evitar sentimentos corrosivos como o rancor, a raiva e as mágoas, que nos tiram noites de sono e em nada afetam as pessoas responsáveis por causá-los. É valorizar as palavras verdadeiras e os sentimentos sinceros que a nós são destinados. E saber ignorar, de forma mais fina e elegante possível, aqueles que dizem as coisas da boca para fora ou cujas palavras e caráter nunca valeram um milésimo do tempo que você perdeu ao escutá-las." Fernanda Young

.jpg

Qua | 18.08.21

Diz-me tu!!!

Calimero

Diz-me tu Sabes... Quando se sente uma vontade irreprimível de estar Quando a ansiedade provoca náusea, até que se esteja Quando se deseja como a criança que não consegue esperar Quando numa correria louca abraça Quando salta no colo Quando com as mãos em concha envolve o rosto sonhado Quando logo ali, nessa moldura, vê a luz doce dos olhos que iluminam seu caminho Quando se espera, num grito, ouvir o silêncio acolhedor das palavras Quando num abraçar não se distinguem os batimentos Quando olhas o peito e não sabes se morres ou se é a vida a saltar de dentro de ti Sabes... Eu não sei nada... Diz-me tu...

.jpg

Seg | 02.08.21

Memórias de uma alma

Calimero

A tua alma tocou na minha. Sem dizer nada. De um jeito diferente de todas as outras. Fez-se sentir na minha pele. Quente. Intensa. Generosa. Como uma sombra de vento. Com um toque igual ao de dedos desejosos apenas de toque. Sem falar, a tua alma tocou na minha. Fez-me levantar os olhos. Fez-me reconhecer o teu olhar. Como num sonho onde os olhos teimam em não se fechar. Num voo entre vidas e magia. Num tempo tatuado fora de qualquer tempo. Como se me desses tudo antes de me dares seja o que for. Não como se fosse nada do que esperava, mas antes tudo aquilo que nunca esperei sentir. José Micard Teixeira (texto retirado do meu livro "Memórias de uma Alma")